Letras de Amsterdam

TAG nova aqui no blog! Estou garimpando minhas fotos de viagens para trazer para vocês imagens de letras inspiradoras. Começando com Amsterdam! Tentei fazer algumas observações sobre as fotos, para também não ficar só um post de imagens. Espero que gostem :)

Letreiros feitos à mão

lettering_amsterdam01lettering_amsterdam02lettering_amsterdam04

Tipografia Urbana

lettering_amsterdam03lettering_amsterdam05lettering_amsterdam12lettering_amsterdam13lettering_amsterdam14

Alguns achados no Stedelijk Museum (museu de design)

lettering_amsterdam06lettering_amsterdam08lettering_amsterdam07lettering_amsterdam10

Vitrais

lettering_amsterdam09lettering_amsterdam11

Góticas! :D

lettering_amsterdam15lettering_amsterdam16

E aí, gostaram?

The Golden Secrets of Lettering

Martina Flor é uma artista de lettering argentina, formada em Design Gráfico e com mestrado em Design de Tipografias pela KABK, na Holanda. Ganhou notoriedade com o projeto Lettering vs. Calligraphy (que foi uma grande inspiração para mim na época) e hoje mantém seu estúdio em Berlim, onde realiza projetos para clientes no mundo todo, dita workshops e cria produtos para sua loja online.

secrets_lettering01

Ela é uma grande referência no lettering mundial e, para completar, em 2017 lançou seu livro The Golden Secrets of Lettering – Letter design from sketch to final artwork (Os Segredos de Ouro do Lettering – Design de Letras do esboço ao projeto final, ainda sem versão em português). Este livro se tornou minha recomendação número 1 para quem quer aprender e viver de lettering, vou explicar para vocês o porquê.

Dentre todos os livros que já li sobre o assunto, considero o “Golden Secrets” o mais completo para utilizar como manual de aprendizagem pois ele foge do modelo de “aprender copiando” e tenta, de maneira bem direta e acessível, te levar passo a passo a um entendimento mais profundo sobre as letras, sobre como estudar referências e por fim, como se tornar um profissional.

O ponto alto do livro e seu maior diferencial é o capítulo 2, “The Typographic Eye”. Nele, a autora apresenta vários exemplos de letterings encontrados nas fachadas de comércio de diversos países, e faz uma análise do que pode ser observado nesses letreiros. É um exercício ótimo para quem está começando mas tem pouco repertório e, se levado a sério, pode te ajudar a realmente desenvolver o seu olhar tipográfico.

O livro segue explicando didaticamente todos os aspectos que envolvem o desenho de letras, com toda bagagem que o estudo de design de tipografias traz para os elementos do lettering. Me identifico muito com a maneira com que Martina conduz o leitor através desses conceitos tipográficos, tem muito a ver com o que acredito ser a melhor forma de ensinar lettering nos meus workshops.

Ela também fala sobre materiais, a importância de saber os conceitos que vêm da caligrafia, demonstra possibilidades e propõe uma classificação de estilos de desenho de letras. Segue dando dicas de composição e processo criativo, digitalização, cores e texturas. Para finalizar, no capítulo 10 Martina fala sobre os bastidores de sua profissão.

secrets_lettering07

É possível adquirir o livro pela Amazon, o preço médio é de R$100 mas vale muito a pena. Ano passado tive a oportunidade de conhecer a Martina pessoalmente, em um dos workshops que ela ministrou em São Paulo, e pude comprovar que além de tudo ela é uma ótima pessoa :)

 

Projeto Mantras for Myself

Outro dia eu estava pensando em frases para uma nova série de letterings e colocando algumas ideias no papel. Eu queria frases curtas e diretas, chamando para ação. Acabei pensando em coisas que eu sempre preciso dizer pra mim mesma em certos momentos da vida, repetindo essas palavras incessantemente, como se fossem mantras. Foi assim que nasceu Mantras for Myself.

dream_final_insta

Delimitando o projeto
Eu tinha uma paleta de cores em mente, algo com fundo escuro e cores complementares, e queria fazer um estilo de letra mais divertido, com ligaturas inusitadas, letras se encaixando, e sem muitos estilos diferentes na mesma composição. A primeira frase vem do filme “The Rocky Horror Picture Show” e foi esse refrão que me inspirou a desenvolver os outros letterings.

mantras_paleta
Paleta de cores base. Algumas tonalidades foram alteradas conforme a necessidade.

Hora de criar!
O processo de criação foi bem livre. No primeiro sketch eu já definia a composição com linhas de base curvas, escrevia o esqueleto as palavras para pensar nos encaixes e então dava peso às letras pintando ou contornando, e acrescentava volume e detalhes. Muitas vezes deixava para pensar esses detalhes depois, na hora de vetorizar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois do esboço à lápis, definia melhor o desenho em um papel vegetal com caneta nanquim, e escaneava para vetorizar no Illustrator.

Este slideshow necessita de JavaScript.

doyourthing_instastaytrue_instafind_instastudent_final3

Desafios
O desafio maior foi trabalhar a paleta de cores! Não queria repetir soluções, então cada arte tinha uma cor de fundo diferente e precisava adaptar as palavras de acordo com o contraste de cada um. Pensar em onde iriam detalhes e volumes também me tomava um bom tempo. Não fiquei plenamente satisfeita com todas as soluções, mas tenho um mantra (que ainda devo ilustrar!): antes feito que perfeito! E assim seguimos, desfrutando do processo e se divertindo com o desenho de letras!

Goodie!
Estou disponibilizando para vocês a versão wallpaper das artes para celular e computador! :) Acesse o link para baixar!

whats_final

E aí, qual é o seu mantra? Estou buscando inspiração para ampliar a série :D

Workshops em São Paulo – Novas datas

Já temos a agenda para os próximos workshops em Sampa! Você pode se inscrever nos módulos separados ou fazer o curso completo com 20% de desconto! Veja a seguir todas as datas:

03 e 04 de março – Fundamentos Caligráficos

07 e 08 de abril – Brush Mania

05 e 06 de maio – Desenhando Letras

Local: Avenida Angélica, 1920
Horário: 10h às 17h
Valor por módulo: R$540 + taxas
Inscrições: julianamoore.eventbrite.com

Saiba mais sobre cada módulo acessando a página de Cursos.

Projeto 26 letras

Quem me acompanha nas redes sociais já conhece meu último projeto, onde quase todos os dias eu posto uma letra do alfabeto em um estilo diferente. A ideia surgiu num momento em que eu estava com um certo bloqueio criativo, sem saber mais qual era a minha personalidade como letrista e com o desejo de experimentar algo novo. Não é nada super original fazer uma letra por dia, muita gente já fez isso, mas eu nunca tinha tentado e resolvi fazer essa experiência.

O poder do limite
Se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida de designer é que as limitações são combustível para a criatividade. Por isso já estabeleci de cara alguns parâmetros para o projeto:

  1. Fazer uma letra por vez, para não tomar muito tempo
  2. Usar o TypeCooker, um site que gera “receitas” para desenhar letras, sugerindo aleatoriamente quesitos como peso, tipo de contraste, tipo de serifa etc.
  3. Ter uma paleta de cores restrita
alfabeto_paleta2
Paleta de cores. Gostei tanto que depois decidir usar como paleta oficial da minha marca!

Zona de conforto
Tentei quase sempre evitar fazer mais do mesmo, buscando soluções que eu nunca tinha feito antes e mesclando estilos. Claro que tem dias que a cabeça não funciona, dá vontade de mandar aquela letra que a gente já sabe fazer e que é certeza nos “likes”. Algumas vezes cedi e relaxei, pois o importante é o conjunto total do projeto. Isso aconteceu principalmente no final, quando as possibilidades do que criar ficaram restritas por já ter uma dezena de letras prontas e que não podiam ser repetidas!


Xô perfeccionismo
Repita o mantra: antes feito que perfeito, antes feito que perfeito, antes feito que perfeito… É fácil se perder entre muitas opções de desenho, ou ficar refinando infinitamente até chegar numa perfeição que não existe. Assim que encontrava uma solução que me agradava eu parava, e seguia para a vetorização, onde fazia ajustes se necessário. Dizem que uma obra de arte nunca está pronta, o artista que a abandona em certo ponto, e isso é a mais pura verdade!

alfabeto_processo3

Liberdade na medida certa
Ai ai, muitas regras né? Houve momentos em que eu apenas desenhava o que queria, ou o que a letra me pedia. Sem crise!

alfabeto_postal-1

Enfim… A sensação de missão cumprida é boa demais! Criatividade a mil, muitas ideias para novos projetos e muitos desdobramentos para esse alfabeto. Trabalhando bastante para a inspiração chegar e eu estar “tinindo” :D

Workshops no Rio de Janeiro – Novas datas

Já temos a agenda para os próximos workshops no Rio! As inscrições estão abertas para o Módulo 1 – Fundamentos Caligráficos, corre lá que já é neste fim de semana :) Veja a seguir todas as datas:

21 e 22 de outubro – Fundamentos Caligráficos – Inscreva-se!

11 e 12 de novembro – Brush Mania – Inscreva-se!

03 e 04 de dezembro – Desenhando Letras – Inscreva-se!

Local: Pictorama | Rua Alcindo Guanabara, 24, Centro
Horário: 9h às 16h

Saiba mais sobre cada módulo acessando a página de Cursos.

Primeiro Ciclo 2017 de workshops no Rio de Janeiro

Durante o primeiro trimestre deste ano tivemos as primeiras edições dos workshops de Caligrafia e Lettering aqui no Rio, em parceria com o pessoal do estúdio de design Pictorama.

Por uma questão de carga horária e adaptação ao calendário de feriados, houve uma pequena mudança em relação à divisão de conteúdo que eu vinha fazendo até agora (que vocês podem ver na página Cursos). Em vez dos tradicionais três módulos, fizemos uma fusão do módulo 1, de Fundamentos Caligráficos, com o módulo 2 Brush Mania, visando condensar esses dois pilares da caligrafia em apenas um fim de semana. É sempre um desafio ensinar caligrafia em tão pouco tempo, mas como o objetivo dos módulos é introduzir conceitos caligráficos para aplicação no lettering, creio que foi uma escolha que beneficiou a todos. Tivemos até turma extra :)

Outra novidade foram as palestras gratuitas para esclarecer dúvidas de quem tem interesse no curso, dar uma introdução sobre o que é a caligrafia e o lettering e como transitar por esses campos. Também contei por onde começar e como tem sido minha história com as letras. Além disso, na palestra damos uma chance a quem não tem condições para fazer o workshop de ter um primeiro contato com os livros e materiais que uso, e partilhar da minha experiência nesse mercado tipográfico.

A parceria com a Pictorama também foi ótima, pudemos contar com um espaço adequado, estrutura e todo suporte que precisamos. Obrigada Marcus Siqueira, Gabriela Ferraz e Vinícius Guimarães pela iniciativa e apoio!

Por ora, vou ter que dar uma pausa nos workshops presenciais e não tenho certeza quando volto. Em breve farei um post com indicações legais de outros cursos para vocês. Continuem acompanhando por aqui e nas redes sociais, e assinem a newsletter para saber dos workshops assim que eu voltar!

Temos produtos!

Alguns de vocês já devem ter reparado que inseri um link para LOJA ali em cima, no menu principal. Exatamente, estou abrindo uma lojinha para vender produtos com meus letterings! :D A princípio vai funcionar como um studio no Colab55, um site que se encarrega da produção e distribuição dos itens, e estou aos poucos colocando algumas artes lá, não deixe de conferir!

wordsoflove_div

Os primeiros itens que coloquei à venda são da coleção Words of Love. São quadros, almofadas, bolsas, canecas, postais, cases para celular, adesivos e azulejos com mensagens delicadas de amor. Espero que gostem!

Sim, temos um novo logo!

logo_julianamoore

Estava com vontade de mudar a minha marca há um certo tempo. Não que eu não gostasse dela, afinal ela representa toda minha busca por aprender cada vez mais sobre caligrafia e lettering. Quando nem se pensava num retorno da caligrafia como estilo gráfico e tendência tipográfica, me deparei com o trabalho do Joluvian e me encantei. Na época, eu já brincava um pouco com as penas e até tentei fazer algo parecido e vetorizar, mas obviamente não ficou tão legal quanto eu gostaria.

Mas eu continuei. Continuei até aprender a fazer caligrafia com brushpen, até conseguir vetorizar as letras, até transformar isso numa marca, fiz todos os cursos que pude e uma pós-graduação. E hoje, 3 anos depois da criação da marca original, vejo algumas inconsistências no desenho e muitas coisas que poderiam melhorar, porque não parei de aprender desde então. Um redesign se fazia mais do que necessário.

logo_processo

A ideia era apenas corrigir algumas coisas mas eu não consegui parar por aí! Os contornos ficaram mais suaves, o contraste ficou menos marcado e com traços não muito finos, pensando em melhorar a legibilidade em tamanhos pequenos. Alterei também a inclinação e a altura-x das letras, e a cor mudou para um tom de roxo bem sóbrio. Sinto que a marca ficou mais amigável e serena, em contraponto com o dinamismo e tensão da versão anterior. Mas ambas são simples, diretas, sem grandes loops e floreios, apenas uma composição harmônica de letras bonitas.

logo_transformation

E aí, o que acharam?