Caligrafia expressiva com tira linhas

Hoje vamos falar um pouco sobre os famosos tira linhas!

00tiralinhas_destaque

Os tira linhas são originalmente instrumentos de desenho para fazer… linhas! Até que um dia alguém resolveu usá-los para caligrafia, e o que se obteve foram gestos mais expressivos e livres, splashes, texturas, etc. A partir disso houve uma experimentação no sentido de descobrir formas alternativas de pena para usar e o efeito que elas podem produzir, e surgiu então a cola pen. Veja nos vídeos a seguir as calígrafas Maria Eugenia Roballos e Francesca Biasetton demonstrando o uso dos tira linhas tradicionais:

.

.

A cola pen, derivada dos tira linhas propriamente ditos, tem a superfície de desenho arredondada e uma ponta fina, o que permite fazer traços largos e finos em qualquer direção, e girar a pena enquanto escreve com mais facilidade que uma pena tradicional. Na Argentina são vendidas as plumas Luthis, que são fabricadas com chapas de offset e exploram diversos tamanhos e formatos. Abaixo eu mostro algumas delas (tenho 4 modelos, são 15 no total) e o resultado do traço.

Polillita (mariposinha)

A polillita tem a superfície de escrita quase plana como a de uma pena normal, porém um pouco inclinada e como uma leve curvatura na extremidade oposta à ponta fina. É ideal para fazer traços mais consistentes e alfabetos mais clássicos (pelo menos é o que eu acho, mas com tira linhas cada um faz o uso que achar mais conveniente).

Butterfly

A butterfly é parecida com a polillita mas tem a superfície maior e a face lateral mais reta. Gosto de usar essa pena grande pra fazer letras fora da proporção, ou seja, de altura-x quase igual à largura da pena, pra ficar meio truncado, falhado, desengonçado…

Libélula

A libélula é minha preferida! Ela tem a superfície bem curva, parece uma faquinha, e é bem pequena, criando traços finos e “rasgados”.

Abanico (leque)

O abanico é bem diferente das outras penas, tem a superfície totalmente redonda, permitindo o giro livre da pena. É o mais complicadinho de usar, na minha opinião. Alguns vídeos mostrando o manuseio das penas:

.

.

Essas penas podem ser compradas em papelarias artísticas e online. Mas também é possível fazê-las em casa, com latinhas de refrigerante, e criar novos formatos.

Como fazer uma cola pen

Material: lata de alumínio, estilete, tesoura, fita adesiva e um lápis, hashi, qualquer coisa que possa ser usada como cabo para a pena

PAP01

1. Corte as bordas da latinha

PAP02

2. Corte o que sobrou em pedaços menores PAP03

3. Dobre e corte no formato desejado da pena. Você pode ajustar o formato depois que testar a pena, às vezes precisa fazer um pequeno corte na ponta. PAP04

4. Junte a ponta ao cabo com a fita adesiva. Cuide para não deixar o cabo muito pra cima, gerando uma abertura muito grande na parte inferior da aba. PAP05

Aí é só escrever! As penas mais toscas costumam gerar os efeitos mais legais 🙂 PAP06

Não captou ainda? Então aí vai um videozinho:

 

PS: No flickr do Volnei Matté tem um álbum com mais tutoriais de outros modelos de pena, inclusive com o molde já preparado para cortar.

4 comentários sobre “Caligrafia expressiva com tira linhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s